• São Luís do Maranhão
          Contato
Saloon Bar
Lagoa House
Kitaro Lagoa
Zig Show
Patrimônio
Sushi Bar
Etc & Tal
Tô no Trabalho
  
26 Abril
26 Abril
30 Abril
02 Maio
02 Maio
09 Maio
Voltar Anterior · Próxima


Lei da Meia-Entrada - Ingressos para Estudantes
LEI MUNICIPAL Nº 4.729 DE 28 DE DEZEMBRO DE 2006 
LEI ESTADUAL Nº 3.385 DE 23 DE MARÇO DE 1995
LEI FEDERAL Nº 4.571 de 2008 (em trâmite)
SÃO LUÍS - ESTADO DO MARANHÃO


 


24/04/2013 -Aprovada proposta de Lei Federal que limita a Meia-Entrada
 (no máximo 40% dos ingressos)

Quem vai ter Direito a Meia-Entrada?
Estudantes
Idosos
Deficientes e acompanhantes
Jovens de 15 a 29 anos de baixa-renda

Tramitação do projeto:
 Aprovada proposta da Lei em caráter conclusivo, pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Se houver pedido com assinatura de 10% dos 513 deputados, terá que passar por votação no plenário da Câmara antes de ir para o Senado. A proposta já tinha sido votada pelos senadores, mas foi alterada na Câmara. Por esse motivo, terá que retornar ao Senado, para análise do plenário da Casa.

Autores da Lei:

Ex-senador Eduardo Azeredo e Flávio Arns




PREFEITURA DE SÃO LUÍS

SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO

O que diz a Lei:
Dispõe sobre o regime de estimativa e estabelece critérios  para a apuração da base de cálculo do ISSQN relativamente a prestadores de serviços de diversões, lazer e entretenimento e assegura aos estudantes padrão de qualidade na aquisição de ingressos com 50% (cinqüenta por cento) de desconto em eventos, e dá outras providências.


O PREFEITO DE SÃO LUÍS, Capital do Estado do Maranhão.

Faço saber a todos os seus habitantes que a Câmara Municipal de São Luís decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Ficam sujeitas ao regime de estimativa as atividades econômicas enunciadas no item 12 e seus subitens 12.01, 12.03, 12.04, 12.05, 12.07, 12.08, 12.10, 12.11, 12.12, 12.14, 12.15, 12.16, do Art. 1º da Lei Municipal nº 4.266 de 03 de dezembro de 2003, que deu nova redação ao Art. 126 da Lei Municipal nº 3.758, de 30 de dezembro de 1998.

Art. 2º Para efeito de estimativa de receita tributável de que trata o Art 1º desta Lei, considerar-se-á um público estimado de 70% (setenta por cento) da capacidade máxima do local, onde ocorrerá o evento.

§ 1º A capacidade máxima do local a que se refere o caput deste artigo será fornecida anualmente pelo Corpo de Bombeiros à Secretaria Municipal da Fazenda.
§ 2º Se o local da realização do evento não constar da tabela do Anexo I, a capacidade máxima do local será a declarada pelo prestador de serviços ou caso a declaração apresente indícios de subavaliação, será obtida por um dos seguintes meios:

I – resultado da fiscalização efetuada por outros órgãos;
II – documentos de controle interno da empresa;
III – informações veiculadas na imprensa;
IV – declaração prestada pelo proprietário ou responsável pelo local do evento.

§ 3º Para a estimativa da receita a que se refere o caput deste artigo, serão considerados 2/3 (dois terços) dos ingressos para entrada inteira e 1/3(um terço) dos ingressos para a meia-entrada.

Art. 3º Os prestadores de serviços a que se refere o Art 1º deverão preencher a tabela do Anexo II desta Lei, a ser entregue juntamente com a solicitação da Autorização de Impressão de Documentos Fiscais – AIDF.

Art 4º Verificada a prestação de serviço a que se refere o art. 1º sem solicitação de Autorização de Impressão de Documentos Fiscais – AIDF, a base de cálculo do imposto será arbitrada, levando-se em consideração os seguintes parâmetros:

I – público estimado na forma do art. 1º, desta Lei;
II – preço cobrado com base em um ou mais dos seguintes elementos:
a) informações veiculadas na imprensa;
b) documentos de controle interno;
c) declarações do prestador e do tomador do serviço;
d) resultado de fiscalizações efetuadas por outros órgãos.

Art 5º Os bilhetes de ingresso colocados à venda sem a Autorização para a Impressão de Documentos Fiscais – AIDF, ou sem a Autorização para a Utilização de Documentos Fiscais – AUDF, constituirão infração e serão apreendidos pela Fiscalização Fazendária do Município, mediante lavratura de Termo de Apreensão, e recolhidos a SEMFAZ através da Superintendência da Área de Fiscalização, estando o estabelecimento sujeito às sanções cabíveis.

Parágrafo único. A autoridade fazendária solicitará à Procuradoria Geral do Município que sejam adotadas as providências judiciais cabíveis para impedir a realização do referido espetáculo, nos casos previstos neste artigo.

Art 6º Após a realização do evento, o promotor do mesmo terá o prazo de 48 (quarenta e oito) horas para recolher o imposto junto à Secretaria Municipal da
Fazenda.

Parágrafo único. Decorrido o prazo estabelecido no caput deste artigo sem o pagamento do imposto devido, a Repartição Fazendária lavrará o respectivo Auto de Infração com base nos valores declarados na AIDF ou AUDF, para início do processo administrativo fiscal.

Art. 7º Fica assegurada ao estudante a meia-entrada em eventos (teatros, cinemas, casas de diversões, boates, casas de espetáculos, praças, eventos esportivos, circos, carnavais, carnavais fora de época, bailes, exposições e outras festas de cunho popular), mantendo os mesmos padrões de qualidade no atendimento ofertados aos demais consumidores.

§ 1º A meia-entrada corresponde a 50% (cinqüenta por cento) do valor de qualquer tipo de ingresso ou outro mecanismo que garanta o acesso ao evento.
§ 2º. O desconto de 50% (cinqüenta por cento) incidente sobre o valor do ingresso ou de outro mecanismo de controle de entrada do público em eventos, será sobre o valor efetivamente cobrado, sendo o abatimento estendido às promoções ou eventuais descontos.

Art. 8° A Identificação do Estudante, para utilização da meia-entrada, ocorrerá mediante a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil, no ato da compra do ingresso de meia-entrada e na entrada do evento.

Art. 9° Os promotores de eventos ficam obrigados a comercializar o ingresso da meia-entrada no mesmo período dos ingressos integrais.

§ 1º Os promotores de eventos deverão obrigatoriamente comercializar o ingresso da meia-entrada de forma centralizada, devendo informar antecipadamente à Secretaria Municipal da Fazenda o local destinado para este fim.

§ 2º Fica obrigada a direção do evento a divulgar nos meios de comunicação, para o público em geral, o valor e o local de venda dos ingressos de inteira e meia-entrada.

§ 3º O local onde será comercializada a meia-entrada, assim como, a sua organização e segurança, necessárias à venda dos ingressos, serão de inteira responsabilidade do promotor do evento.

§ 4º Os estudantes farão jus à meia-entrada mesmo no caso de concessão de desconto no preço dos ingressos, correspondendo o valor da meia-entrada a cinqüenta por cento do preço do ingresso promocional ou outro mecanismo que assegure o acesso ao evento.

Art. 10. Fica assegurado a disponibilidade de 1/3 (um terço) dos ingressos para estudantes abrangendo todo e qualquer tipo de ingresso ou outro mecanismo que garanta o acesso ao evento, sem restrições.

Parágrafo único. Para cálculo de 1/3 (um terço) dos ingressos de que trata o caput será considerada a capacidade máxima do local do evento.

Art 11. A venda da meia-entrada será efetuada nos termos do art. 9º desta Lei com a fiscalização de Auditores Fiscais da Secretaria Municipal da Fazenda e de representantes das Entidades Estudantis devidamente cadastradas, ficando assegurado o livre acesso ao local do evento e de venda dos ingressos.

Parágrafo único. As Entidades Estudantis responsáveis pela emissão de carteiras deverão cadastrar-se junto à Secretaria Municipal de Fazenda enviando-lhe a cópia autenticada das atas de eleição de suas diretorias, Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica e Certidões Negativas de débito com a Receita Municipal e Federal.

Art. 12. O Promotor do evento que não disponibilizar ingressos para o público estudantil, conforme critérios previstos na presente lei, terá os ingressos apreendidos pela Secretaria Municipal da Fazenda, sendo liberados mediante disponibilidade do quantitativo destinado ao público estudantil.

Art. 13. Constitui infração toda ação ou omissão voluntária ou involuntária que importe em inobservância, por parte da pessoa física ou jurídica, de normas estabelecidas por esta Lei ou em regulamento ou pelos atos administrativos de caráter normativos destinados a complementá-los.

Art. 14. As infrações às disposições desta Lei quando não for possível apurar a base de calculo do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza, serão punidas com as seguintes penalidades, sem prejuízo de outras previstas na Legislação Tributária Municipal:

I - multa de R$ 4.000,00 (quatro mil reais);
II - multa de R$ 6.000,00 (seis mil reais) pela primeira reincidência;
III - multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) pela segunda reincidência.

§ 1º Sendo possível a apuração da base de calculo, as infrações às disposições desta Lei serão punidas com as penalidades a seguir discriminadas, sem prejuízo de outras previstas na Legislação Tributária Municipal:
I - multa de 10% (dez por cento) do valor total dos ingressos;

II - multa de 30% (trinta por cento) do valor total dos ingressos pela primeira reincidência;
III - multa de 50% (cinqüenta por cento) do valor total dos ingressos pela segunda reincidência.

§ 2º Os valores das multas previstas neste artigo ficam sujeitos à atualização com base na variação do IPCA de conformidade com o disposto na Lei nº 3.945, de 28 de dezembro de 2000.

Art. 15. Ato do Poder Executivo designará comissão especial para fiscalizar o cumprimento do estabelecido nesta Lei, na qual participarão representantes da Secretaria Municipal da Fazenda - SEMFAZ, da Secretaria Municipal de Terras, Habitação e Fiscalização Urbana – SEMTHURB, da Procuradoria Geral do Município –PGM e das entidades estudantis.

Art. 16. A Secretaria Municipal da Fazenda deverá solicitar, quando necessária, a ação dos demais órgãos públicos Federal, Estadual ou Municipal, de conformidade com a esfera de competência de cada um, para o fiel cumprimento desta lei.

Art. 17. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 18. Revogam-se as disposições em contrário.

Mando, portanto, a todos quantos o conhecimento e execução da presente Lei pertencerem que a cumpram e a façam cumprir, tão inteiramente como nela se contém. A Secretaria Municipal de Governo a faça imprimir, publicar e correr.

PALÁCIO DE LA RAVARDIÈRE, EM SÃO LUÍS, 28 DE DEZEMBRO DE 2006, 185º DA INDEPENDÊNCIA E 118º DA REPÚBLICA.

TADEU PALÁCIO
Prefeito

Rodapé: MENS 54 DE 27/11/06 P.L 160/06 OF. 2564/06 DE 21/12/06 DOM Nº 01 (SUPLEM) DE 01/01/07 PG. 01 PROC: 020 -10169/06 DE 15/09/06

 ANEXO I
_____________________________________________________________________________________
 |ITEM|          LOCAL          | LOG |     NOME LOGRADOURO     | NR |     BAIRRO      |
|====|=========================|=====|=========================|====|=================|
|1 |ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO|AVN |DOS HOLANDESES |8 |SÃO MARCOS |
| |DO BRASIL - AABB | | | | |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|2 |ASSOCIAÇÃO DO PESSOAL DA|RUA |JOSÉ LUIS |S/N |OLHO`ÁGUA |
| |CAIXA ECONÔMICA - APCEF | | | | |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|3 |ASSOCIAÇÃO PINHEIRENSE |RUA |GEN.ARTUR CARVALHO |155 |TURU |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|4 |ATERRO DO BACANGA | |ATERRO DO BACANGA | |BACANGA |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|5 |AVENIDA LITORÂNEA |AVN |LITORÂNEA | | |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|6 |BATUQUE BRASIL |AVN |DANIEL DE LA TOUCHE |S/N |COHAMA |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|7 |BOITE OBSERVATÓRIO |RUA |DA ESTRELA |370 |CENTRO |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|8 |CENTRAL DE EVENTOS |AVN |SÃO LUIS REI DE FRANÇA |43 |TURU |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|9 |CHOPERIA GUAJAJARAS |AVN |GUAJAJARA |S/N |SÃO CRISTÓVÃO |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|10 |CHOPERIA MARCELO | |ESTRADA DE RIBAMAR |25-A|FORQUILHA |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|11 |CLUBE SOCIAL E REC. SÃO|AVN |COLARES MOREIRA | |SÃO FRANCISCO |
| |FRANCISCO | | | | |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|12 |CLUBE 450 | |SÁ VIANA | | |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|13 |ESPAÇO FAMA II |AVN |SÃO LUÍS REI DE FRANÇA | |TURU |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|14 |ESTACIONAMENTO DO SEBRAE |AVN |JERÔNIMO DE ALBUQUERQUE |S/N |CALHAU |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|15 |EXPOEMA | |PARQUE INDEPENDÊNCIA | |PARQUE INDEPEND. |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|16 |GALÁXIA |AVN |SÃO LUIS REI DE FRANÇA |43 |TURU |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|17 |GALPÃO AO LADO DO JORNAL| |ATRÁS DO SHOPPING TROPIC.| | |
| |IMPARCIAL | | | | |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|18 |GINÁSIO CASTELINHO | |COMPLEXO ESPORTIVO | |BARRETO |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|19 |IATE CLUB DE SÃO LUIS |AVN |DOS HOLANDESES | |PONTA DA AREIA |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|20 |MULTICENTER SEBRAE |AVN |JERÔNIMO DE ALBUQUERQUE |S/N |CALHAU |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|21 |PARQUE DA VILA PALMEIRA |AVN |DOS FRANCESES |S/N |VILA PALMEIRA |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|22 |PASSARELA DO SAMBA | |ATERRO DO BACANGA | |BACANGA |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|23 |PESTANA SÃO LUIS |AVN |AVICENIA |1 |CALHAU |
| |RESORT HOTEL | | | | |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|24 |RESTAURANTE KITARO |AVN |MARIO MEIRELES |2 |PONTA DA AREIA |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|25 |RIO POTY HOTEL SÃO LUIS |AVN |DOS HOLANDESES |2 |PONTA DA AREIA |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|26 |ROOTS | |PROJETO REVIVER | |PRAIA GRANDE |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|27 |SÃO LUIS SHOPPING - ESTA-|AVN |CARLOS CUNHA | |JARACATI |
| |CIONAMENTO | | | | |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|28 |SESI ARAÇAGI | |PRAIA DO ARAÇAGI | |ARAÇAGY |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|29 |STÚDIO 7 |AVN |HILTON RODRIGUES |S/N |CALHAU |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|30 |TEATRO ARTUR AZEVEDO |RUA |DO SOL CENTRO | | |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|31 |TEATRO JOÃO DO VALE | |PROJETO REVIVER | |PRAIA GRANDE |
|----|-------------------------|-----|-------------------------|----|-----------------|
|32 |UNIÃO DOS MORADORES DO |AVN |AFRICANDO | |SACAVÉM |
| |TÚNEL DO SACAVÉM | | | | |
|____|_________________________|_____|_________________________|____|_________________|

ANEXO II


NOME DO EVENTO: CÓDIGO/LOCAL: ENDEREÇO:
DATA E HORÁRIO:
NOME DO PROMOTOR DO EVENTO/RESPONSÁVEL: INSCRIÇÃO MUNICIPAL/CNPJ:
______________________________________________________________________________________________________________________
|LOCAL DO EVENTO| LOTAÇÃO | QTD |QUANTIDADE DE INGRESSOS|VALOR DO INGRESSOS - R$| BASE DE CALCULO-R$ |
| |------+--------|INGRESSOS |------------+----------|------------+----------|---------+-------+---------|
| |MÁXIMA|ESTIMADA|ESTUDANTES| ESTUDANTE | INTEIRO | ESTUDANTE | INTEIRO |ESTUDANTE|INTEIRO|SUBT OTAL|
|========+======|======|========|==========|============|==========|============|==========|=========|=======|=========|
| CÓDIGO | DATA |A |B=AX70% |1/3XA |C= 1/3 XB |D=2/3XB |E |F |G=CXE |H=DXF |1=G+ H |
|--------|------|------|--------|----------|------------|----------|------------|----------|---------|-------|---------|
| | | | | | | | | SOMAS | | | |
|________|______|______|________|__________|____________|__________|____________|__________|_________|_______|_________|

VALOR DO ISS A RECOLHER (SOMA DE 1*5%)=R$

 

 A - Capacidade máxima do local
B - Estimativa da lotação, equivalente a 70% da lotação máxima.
C - Público estudantil equivalente a um terço da capacidade máxima do local do evento.
D - Quantidade de ingressos inteiros, equivalente á diferença entre a lotação estimada para o local do evento e o quantitativo de ingressos para estudantes.
E - Valor do ingresso para estudante, equivalente a 50% do valor do ingresso inteiro.
F - Valor do ingresso inteiro.
G - Valor apurado com a venda de ingressos para estudantes.
H - Valor apurado com a venda de ingressos inteiros.

I - Somas dos valores apuradores nas vendas de ingressos para estudantes e inteiros.

DOM (Diário): 247
DATA DE PUBLICAÇÃO: 29- 12 - 06

A - Capacidade máxima do local
B - Estimativa da lotação, equivalente a 70% da lotação máxima.
C - Público estudantil equivalente a um terço da capacidade máxima do local do evento.
D - Quantidade de ingressos inteiros, equivalente á diferença entre a lotação estimada para o local do evento e o quantitativo de ingressos para estudantes.
E - Valor do ingresso para estudante, equivalente a 50% do valor do ingresso inteiro.
F - Valor do ingresso inteiro.
G - Valor apurado com a venda de ingressos para estudantes.
H - Valor apurado com a venda de ingressos inteiros.

I - Somas dos valores apuradores nas vendas de ingressos para estudantes e inteiros.

DOM (Diário): 247
DATA DE PUBLICAÇÃO: 29- 12 - 06


RESUMINDO:
Os ingressos são colocados à venda conforme Lei Municipal nº 4.729 de 28 de dezembro de 2006 (Lei da Meia-Entrada) segundo a qual 1/3 (um terço) dos ingressos deverão ser disponibilizados para a meia-entrada para estudantes com carteira e idosos (60 anos) no mesmo período dos ingressos integrais. Os estudantes devem apresentar a carteira no ato da compra do ingresso e na entrada para o Evento.


TELEFONE - DENÚNCIA:
Denunciar Eventos que não vendem Meia-Entrada
(98) 3221-5732
(98) 8804-7965
(98) 8203-6877

Central Estudantil - CES  
E-mail: centralestudantil@hotmail.com


Onde Tem Meia-Entrada, Tem Kamaleao!

Veja Também:

  • Show de Tulipa Ruiz em São Luís
  • Show Paulinho da Viola em São Luís
  • Dj Arsênio Filho
  • Show Agnaldo Timóteo em São Luís
  • CALENDARIO - Acidentes em São Luís
  • Balada Entre Amigos
  • José Sarney
  • Internet Wi-Fi Grátis em São Luís
  • Cursos Grátis em São Luís
  • Sensation Black Party em São Luís
  • Show Garota Safada em São Luís
  • PROGRAMACAO - Teatro em São Luís
  • Show Aviões do Forró em São Luís
  • Protesto em São Luís
  • Boate Nyx Club - São Luís
  • Balada Universitária
  • Gincana Cultural em São Luís
  • Villa Mix em São Luís
  • Taça da Copa do Mundo em São Luís
  • Show Toca do Vale em São Luís
  • Recital de Música Sacra em São Luís
  • Resenha em São Luís
  • Show Preta Gil em São Luís
  • ANIMEPLAY - São Luís
  • Show Peppa Pig em São Luís
  • Bar Temático - Tô no Trabalho - Cohatrac
  • Show Forró dos Plays em São Luís
  • Pool Party em São Luís
  • Ator da Globo em São Luís
  • Festa ROLO - São Luís
  • Voltar Anterior · Próxima
    0 comentários

    Comentários pelo Facebook:

    Comentários pelo Google +:
    Todos os Eventos Anterior · Próxima
    Nossos Patrocinadores:

    AGENDA DE FESTAS

    Últimas Atualizações:



    Seus amigos recomendam:

    Inscreva-se no Canal da TV Kamaleao no Youtube:

    Receba diariamente as Atualizações
    do Kamaleao por Email:

    TV Kamaleao

    Sábado na RECORD

    Kamaleao.com

    Onde Tem Festa, Tem Kamaleao!

    Kamaleao Animation Studio

  • Criação de Mascotes
  • Animação Cartoon
  • Ilustração Vetorial
  • Jogos em Flash

  • Telefones para Contato:
    (98) 8826-7244 - Disk-Kamaleao
    (98) 3226-46 - Escritório
    (Clique para ver o telefone)


    O Kamaleao.com disponibiliza 2 Feeds:
    RSS Blog - RSS Fotos
    Kamaleao.com - Camaleao ou Kamaleao SLZ