Beija-Flor de Nilópolis - São Luís - Carnaval 2012
O Poema Encantado do Maranhão
 
Festival de Sambas Maranhenses

Concurso de Samba para o Carnaval 2012 da Beija-Flor de Nilópolis que vai homenagear os 400 anos de São Luís
Dia 8 de setembro de 2011
Onde: (aguarde info) São Luís


VIDEO - Samba Enredo Vencedor Beijar-Flor 2012

Letra:


Tem Magia Em Cada Palmeira Que Brota Em Seu Chão
O Homem Nativo Da Terra
Resiste Em Bravura A Dor Da Invasão
Do Mar Vem Três Coroas
Irmão Seu Olhar Mareja
No Balanço Da Maré
A Maldade Não Tem Fé Sangrando Os Mares
Mensageiro Da Dor
Liberdade Roubou Dos Meus Lugares
Rompendo Grilhões, Em Busca Da Paz
A Força Dos Meus Ancestrais

Na Casa Nagô A Luz De Xangô Axé
Mina Jêje Um Ritual De Fé
Chegou De Daomé, Chegou De Abeokutá
Toda Magia Do Vodun E Do Orixá

Ê Rainha O Bumbá Meu Boi Vem De Lá
Eu Quero Ver O Cazumbá
Sem A Serpente Acordar
Hoje A Minha Lágrima Transborda Todo Mar
Fonte Que A Saudade Não Secou
Ó Ana Assombração Na Carruagem
Os Casarões São A Imagem
Da História Que O Tempo Guardou
No Radio O Reggae Do Bom
Marron É O Tom Da Canção
Na Terra Da Encantaria A Arte Do Gênio João

Meu São Luís Do Maranhão
Poema Encantado De Amor
Onde Canta O Sabiá
Hoje Canta A Beija-Flor!



Público-Alvo:
Poetas Maranhenses
Compositores Maranhenses
Concurso para escolha do samba 

Seleção:
3 Compositores Finalistas

Final do Concurso:
Data: Outubro
Onde: Nilópolis - Rio de Janeiro

Premiação:
(aguarde informações)

Inscrições:
até 31 de julho 2011



CLIQUE AQUI
PARA FAZER A INSCRIÇÃO ON-LINE


Formulário de Inscrição:
Endereço: Rua Portugal, nº 303 – Praia Grande
CEP: 65.010-480, São Luís - MA

Agendamento de reuniões com a Direção:
(para ajudar na composição)
[email protected]
(21) 2233-5889

Telefones para Inscrição:
(98) 3266-1316
(98) 3221-9616
(98) 3221-9550


O ENREDO
“São Luís – O Poema Encantado do MARANHÃO”

SINOPSE

Areias infindas das terras das palmeiras do meu país, depois do oceano, do areal extenso, o horizonte imenso, onde a terra esboça luz. Upaon-Açu, solo sagrado, terra de encantarias, onde vive em plena mata, a tribo dos homens nus. São guerreiros dos cumes dos montes, dos vastos horizontes, onde canta o sabiá. São combatentes bravos, que não se fizeram escravos do estalar do açoite dos que vieram te dominar.

Sem saber o que esperar, três Coroas te cobiçaram as riquezas, os relatos do Novo Mundo inflamaram as paixões, por cidades de ouro puro a serem descobertas, de fantásticos prazeres, ilusão hiperbólica dos seres, transformados em quimera bestial.

A França te fundou, Holanda te invadiu, mas Portugal conseguiu, por fim, te colonizar. Mas para tanto, o que se deu foi um quadro medonho e triste, que, ao surgir, no mar se achou. Abrindo as velas ao soprar das virações marinhas, surge espectro sombrio. Em meio às brumas, desenha grande navio, que traz um canto funeral. Choro, amargura e horror fazem do cúmulo da maldade, a mordaça da liberdade para triste multidão; o navio da escravidão, ferida aberta nos mares, vem macular os ares de São Luís do Maranhão.

Fatalidade atroz, envolve reis e rainhas, soberanos de selvas longínquas da majestade dos leões. Ontem belos, livres e bravos, agora míseros escravos; sem luz, sem lar, sem amplidões.

E a terra se desdobra, cresce, evolui, se renova, a ferro, fogo e escravidão. Mas nos planos divinos, nos reinos cristalinos, nos píncaros da luz eterna, surge nova terra, cultivada à força da oração.

Upaon-Açu, ressurge agora mística no poder dos voduns e ao som dos tambores de Daomé, na manifestação dos antigos e na força do candomblé. Desse misticismo santo, surge a alegria e o encanto das festas que te enfeitam, por vezes, como o Boi morto e ressuscitado da negra mãe Catirina, celebração divina em meio a enfeitados casarões de azulejos portugueses; teu folclore tem brilho farto, que à tua riqueza conduz.

Terra dos ludovicenses, Ilha do Amor e dos mitos da Fonte do Ribeirão, da terrível serpente encantada, da lenda da praia do olho dágua, de Iná princesa, e do milagre de Guaxenduba. Fala-se de uma sinhá incompreendida, que virou assombração, e no soar da meia-noite, surge o espectro sinistro, ouvem-se o ranger de correntes, estalar de açoites, seres sombrios como a noite, escravos arrastados em imenso turbilhão.

E a Sinhá Ana Jansen sofre agora, aprisionada em carruagem encantada por antigos escravos seus, furiosos, desesperados, cortejo de celerados, esquecidos filhos de Deus. E a cena só termina, quando o galo, na campina, anuncia o dia raiar.

São Luís, capital do Maranhão, terra de Alcione, de Joãozinho Trinta, de Zeca Baleiro, de Rita Ribeiro, do Reggae Brasileiro, de Gonçalves Dias, de Ferreira Gullar e Josué Montelo.

Vestindo a fantasia, vem celebrar nossa folia o fofão, o vira-lata, cruz-diabo, o corso do meretrício e as cabrochas a brincar com os mascarados dos salões do Moisés.

Em meio a tanta festa reluz o Eldorado da bauxita, minério batizado pela Coroa que te fundou e que desconheceu essa tua riqueza, que hoje é chama acesa para que possas progredir; na luz dos céus incomparáveis do futuro que te aguarda, na imensidão, para te consagrar, enfim, São Luís, pérola sagrada da Coroa encantada do glorioso Maranhão.

Site: www.cultura.ma.gov.br

Critérios de Escolha do Samba:
Letra
Melodia
Entrosamento Rítmico


Camisa Oficial - Beija-Flor 2011

Como Será o Desfile homenageando São Luís:
O enredo da escola, de acordo com o carnavalesco, começa com a colonização e as três coroas que cobiçaram esse solo: França, Holanda e Portugal. Momento que é tratado como a ganância, destacando ainda as lendas e histórias desse novo mundo.

Logo depois, será enfocada a vinda dos negros africanos, dos navios negreiros. Serão retratados o martírio por que passaram e as belezas da raça que completou, com o branco e o índio, a população da cidade. Nesse momento, também será destacada a religiosidade e o folclore, com destaque para o bumba-meu-boi.

As lendas da cidade também serão enfocadas. “São histórias que deixam a nossa imaginação cada vez mais aguçada, sendo esse um carro alegórico que promete muito”, revelou Fran Sérgio. A Jamaica Brasileira, música, poesia e literatura serão retratadas em um dos carros que fará referência a nomes como Ferreira Gullar, Gonçalves Dias, Alcione, Zeca Baleiro e Rita Ribeiro, entre outros.

O desfile será encerrado com uma grande homenagem a São Luís, por meio de casarões, azulejos, ruas e vielas, nas quais vai acontecer um grande baile de carnaval, com fofão e blocos de rua. Este último carro trará Joãozinho Trinta, em uma homenagem a esse maranhense que tanto contribuiu para o carnaval da Beija-Flor e do Brasil.


Realização:
Secretaria de Estado da Cultura (SECMA)
Superintendência de Ação e Difusão Cultural – SADC
Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis - Rio de Janeiro


TV Globo - Transmissão do Carnaval 2012 - Sapucaí


Sobre a Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis:
Fundação em 1948
3 vezes campeã
5 vezes com Joãosinho Trinta
5 vice-campeonatos 
7 terceiras colocações
Campeã 2011

Ficha Técnica - Beija Flor

Fundação:
 25/12/1948

Cores: 
Azul e Branco

Presidente de Honra

Aniz Abraão David

Presidente até 2011
:
 Farid Abraão David

Quadra: Rua Pracinha Wallace Paes Leme, 1025 - Nilópolis - RJ - Cep: 26.050-032

Telefone da Quadra:
 (21) 2691-1571 / (21) 2791-2866

Barracão: Cidade do Samba (Barracão nº 11) - Rua Rivadávia Correa, nº 60 - Gamboa - CEP: 20.220-290
Telefone do Barracão: (21) 2233-5889

Imprensa: 

Hilton Abi Rihan
[email protected]
[email protected]
Telefone: (21) 2233-5889

Comissão de Carnaval:
Alexandre Louzada, Fran-Sergio, Laíla, Vítor Santos e Ubiratan Silva

Diretor de Harmonia:
Laíla

Intérprete:
Neguinho da Beija-Flor

Mestres de Bateria:
Plínio e Rodney

Rainha de Bateria:
Raíssa Oliveira

Mestre-Sala:
Claudinho

Porta-Bandeira:
Selminha Sorriso

Comissão de Frente:
Carlinhos de Jesus

Diretoria da Beija-Flor:
Luiz Fernando "Laíla" - Diretor Geral
Fran-Sérgio - Carnavalesco

Presidente da Beija-Flor:
Nelson Alexandre Sennas David

Secretários do Maranhão:
Luís Bulcão - Secretário de Estado da Cultura
Sérgio Macedo - Secretário de Comunicação Social

Onde Tem Beija-Flor, Tem Kamaleao!

CASSIO ARAUJO
16/07/2011
PARABÉNS PARA OS ORGANIZADORES DA BEIJA FLOR.. POR TER ESCOLHIDO SÃO LUIS 400 ANOS NOS SEU ENREDO... PRA CIDADE É UM PREVILÉGIO..PORÉM NÃO ESQUEÇENDO QUE NOSSA CIDADE ESTÁ UM CAOS BURACOS PARA TODOS OS LADOS.. ISSO É SO UM EXEPLO.. E VAMOS COMEMORAR 400 ANOS DE QUE??... ENTAUM FICA MEU APELO PARA OS GOVERNANTES VAMOS OLHAR MAIS PARA NOSSA CIDADE. FOI DADO PARA ESSA ESCOLA DE SAMBA UM VALOR DE CINCO MILHÕES... OLHA QUANTA COISA FAZIAMOS COM ESSE DINHEIRO... TO VENDO QUE O CARNAVAL DE SÃO LUIS VAI SER MUITO PESSIMO, POIS TODOS AS ATENÇÕES FINANCEIRA SERÃO DADAS PARA BEIJAR FLOR....PORÉM PASSAREI O CARNAVAL EM SALVADOR..EU..LINDA E LOIRA
[email protected]
marcos aurelio
3/11/2011
sou componente com muito orgulho desta faculdade que e a beija flor de nilopolis sao luis tem que esta muito felis com esta homensgem salve seu laila salv seu anisio nosso patrono e pai de toda nilopolis.
[email protected]
José Carlos
15/11/2011
Oi gente moro na comunidade da tabuba em caucaia no ceará sou fanatico pela beija-flor.No carnaval 2011 eu fiquei acordado até tarde já amanhecedo para assistir a beija-flor foi muito emocionante naquele momento já sabia que era vitoria na certa.A escolha de São Luis como enredo de 2012 foi brilhantemente certa.E vamos buscar a vitoria novamente se DEUS quiser e ele há de querer isso!
[email protected]
regina
27/12/2011
NAO SOU BEIJA-FLOR,MAIS FICO FASCINADA COM TUDO QUE A BEIJA FLOR FAZ,SAMBA,SAMBA ENREDO, ALEGORIAS, FAANTASIAS,TUDO ENFIM, A ESCOLA INTEIRA ME EMOCIONA.AMO A IMPERATRIZ, MAIS SOU APAIXONADA PELAA BEIJA-FLOR.PARABENS A TODA DIRETORIA PELA ORGANIZAÇAO E GARRA.UM DIA VOU DESFILAR EM UMA DE SUAS ASAS.
[email protected]
teresa
1/01/2012
sou gáucha morei em nilopolis por 3anos
desfilei na beija flor em 2010quando o enredo era sobre brasilia amei a familia beija flor pessoas maravilhosas
volto em 2012 pra desfilar novamente pq amo a beija flor de nilopolis

[email protected]
Arturo Melo
16/02/2012
pra quem quer baixar a musica completa aki o link,eu msm upei.
http://www6.zippyshare.com/v/8509621/file.html
É SAO LUIS ILHA do AMOR
BOM CARNAVAL ,TY.


[email protected]
roosianny
17/02/2012
não tem como não assistir o desfile da beija-flor, sendo são luís a ilha bela sendo homenagiada.
minha terra tem encantos mil

[email protected]
leonardo
20/02/2012
adorei está homenagem ,da beija-flor,assim podendo mostra mesmo com as maís adiministrações do maanhão .a cultura sempre vai vencer a tirania sarney(nenta)obrigado beija-flor .por sãoluiz o poema encantado do maranhão .e um recado para a femily sarney.a eternidade num governo ,é o povo que decide
[email protected]

Comentar

<%PostCommentPage%>
OBS.: Para receber notificação de cada atualização o siga o Kamaleao no Facebook e no Twitter @Kamaleao
Todos os Eventos Anterior · Próxima