Cecília Leite

Atualizado em 16/09/2016
   
  
  
 Whatsapp 
SHOW DE ESTREIA DA TURNÊ DA CANTORA CECÍLIA LEITE, "ENQUANTO A CHUVA PASSA".
DIA 22/09, ÀS 21:00HS NO TEATRO ARTHUR AZEVEDO.
PATROCÍNIO CEMAR E GOVERNO DO MARANHÃO, ATRAVÉS DA LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA.
SHOW GRATUITO, MEDIANTE A DOAÇÃO DE UM LIVRO INFANTO-JUVENIL ( DE PREFERÊNCIA), NOVO OU USADO.
PONTO DE TROCA DE INGRESSOS: A PARTIR DE DO DIA 14/09 ( QUARTA-FEIRA) , NA LIVRARIA LEITURA DO SÃO LUÍS SHOPPING, OU NA BILHETERIA DO TEATRO, A PARTIR DO DIA 20/09. OS LIVROS SERÃO DESTINADOS À BIBLIOTECAS COMUNITÁRIAS, COMO FORMA DE INCENTIVO À LEITURA

Press Release Show (estreia da turnê)
Mais que uma excelente cantora, Cecília Leiteé uma  excelente intérprete, uma vez que a cada canção que canta, empresta uma expressão especial; por assim, dizer, a recria. (Ferreira Gullar – poeta)
          
             



  1. Sobre o show de estreia da turnê de lançamento do CD:


            Dona de uma bela voz que se revela em interpretações marcantes e de uma impressionante presença de palco, a maranhense Cecília Leite tem recebido aplausos no Brasil e fora do país, do público, da crítica e de artistas respeitados, pela qualidade musical do seu trabalho, pelo esmero na escolha do repertório e por sua expressividade vocal única.


           Com o patronício da CEMAR e do Governo do Estado, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, a cantora escolheu sua terra natal para a estreia da turnêde lançamento do seu segundo álbum, Enquanto a Chuva Passa,premiado como Melhor CD de 2015 pela Rádio Universidade FM e também com Menção Honrosa nacional entre os Melhores Discos do Ano, pelo prestigioso site Embrulhador.com. Os ingressos serão gratuitos, mediante a doação de um livro infant-juvenil (de preferência), na bilheteria o teatro. Os livros serão destinados a bibliotecas comunitárias de São Luís, como forma de incentivo à leitura (informações: www.cecilialeite.com).
              No show Enquanto a Chuva Passa, Cecília Leite empresta  sua voz  e sua marcante interpretação às canções do novo álbum, além de composições de grandes nomes da MPB, compondo uma seleção musical que inclui Chico Buarque, Vinícius de Moraes, Paulinho da Viola, Tom Jobim, Cartola, Alceu Valença, Caetano e Milton Nascimento, além dos maranhenses Zeca Baleiro, Bruno Batista, José Chagas e Ferreira Gullar. Também no repertório, o tocante choro-canção de autoria da artista, que dá nome ao disco.
           O espetáculo, com  90min de duração,  tem direção musical do violoncelista carioca  Lui Coimbra - que também é produtor musical do disco - e do multiinstrumentista Jayr Torres, que coordena uma banda formada pelos músicos maranhenses Rui Mário (piano e acordeon), Manoel Lopes (7 cordas e viola) e Danilo Santos (sax e flauta), Darklywson Brandão e Marquinhos Carcará (percussão).  O maestro Lui Coimbra,  que também tem uma sólida carreira nacional como cantor e compositor, fará participação especial no espetáculo em dueto vocal com Cecília, brindando o público com seu virtuosismo no violoncello.               
          O cenário multimidiático, assinado pelos videodesigners Cláudio Lima e Etevaldo Junior, cria uma atmosfera onírica, com projeções em videomapping sobre elementos criados em cristais e material reciclável, fazendo alusão à água, elemento que rege o conceito do CD.
         Depois de São Luís, o show segue  para os palcos Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Imperatriz/MA.



  1. Sobre o CD Enquanto a Chuva Passa:



            Um belo disco. Arranjos, repertório, músicos de primeira. Cecília está cantando lindamente. E desconfio que a melhor música do disco é mesmo a dela (Enquanto a Chuva passa). Para mim, é a “Se é pra dizer adeus”, que o Tom Jobim teria feito se fosse mulher.  (Chico Buarque - cantor e compositor)


           Adorei o disco. Tudo muito bem cuidado, arranjos, produção, repertório. Tem dó (primeira faixa do CD) está linda, tocante mesmo. E Cecília, cantando cada vez melhor.  (Zeca Baleiro – cantor e compositor)



           Gravado no estúdio Visom, no Rio, o CD Enquanto a Chuva Passa traz 12 faixas, entre inéditas e regravações, revestidas com uma roupagem universal em arranjos contemporâneos.  O disco tem produção e direção musical do violoncelista Lui Coimbra, que divide os arranjos com Marcos Suzano, Edu Neves, Luís Felipe de Lima e Marcos Nimrichter, músicos que também tocam no disco e têm no currículo trabalhos no Brasil e no exterior, com grandes intérpretes da MPB. O repertório contempla tanto novos compositores e grandes poetas do Maranhão, como a releitura atual da obra de consagrados nomes da música brasileira, como Vinícius de Moraes, Paulinho da Viola, Chico Buarque, Pixinguinha. O CD traz também composições de Lula Queiroga, Pedro Luís, Zeca Baleiro, Fred Martins, Marcelo Segreto, Patrícia Polayne, Bruno Batista, além de um choro-canção inédito de autoria da artista, que dá nome ao disco.          
          Neste segundo CD, Cecília se revela em plena maturidade artística, audível na expressividade conferida à interpretação das canções, que vão do samba, ao choro, da embolada ao tango, passando por interessantes misturas rítmicas como a dos blocos tradicionais maranhenses. Para a cantora, esse é um disco com uma “alma subjetiva”, carregado de sentimento. “Diria que é um trabalho mais conceitual que o primeiro. O repertório traz letras que falam de amor, das nossas subjetividades e das emoções que permeiam esses importantes aspectos da vida da gente. Por isso, decidi trabalhar com o elemento água, no título, na arte gráfica, no conteúdo. Na simbologia dos quatro elementos da natureza, a água representa o feminino, a flexibilidade, as emoções, o fluxo da vida”,explica Cecília.
          Premiado pela Rádio Universidade FM como Melhor CD de 2015, o álbum tem distribuição internacional pela Tratore- SP.


A sua interpretação no CD do poema (Traduzir-se) musicado por Fagner me emocionou.  (Ferreira Gullar – poeta)
          





03. Sobre a artista:      



                 Cantora e compositora, Cecília Leite nos presenteou, logo em seu CD de estreia, com a faixa inédita em francês Dis-moi comment, gravada em dueto com Chico Buarque de Hollanda. O disco rendeu-lhe o prêmio de Melhor Cantora e melhor CD pela Rádio Universidade FM, em 2005, e o troféu The Best de Melhor Atração Musical, conferido pelo jornal O Estado do Maranhão, além de críticas elogiosas nos jornais O Globo, O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo. O CD ficou entre os mais vendidos no ranking nacional da distribuidora Tratore-SP.
Seu recém- lançado álbum Enquanto a Chuva Passa ganhou o prêmio de Melhor CD de 2015 e recebeu Menção Honrosa do Prêmio Melhores CDs lançados no pais (site Embrulhador.com).
              Em sua trajetória musical, a cantora tem participado de projetos como o Circuito Cultural Banco do Brasil, Circuito SESC, Projeto Cultural Banco da Amazônia, Projeto Cultural da Petrobrás, além do Projeto Pixinguinha (Funarte-RJ), tendo percorrido em caravana as capitais do sul e sudeste do país. Representou o Brasil no Festival Internacional de Vozes Femininas do Mundo (2007) em Paris (FR), sendo apontada como uma das revelações do festival. Também se apresentou em Brasília, Rio e São Paulo no Festival Musical da FNAC. Fez shows em importantes casas noturnas do eixo Rio-São Paulo, como Sala Baden Powell, Tom Jazz, Bar Brahma, Mistura Fina, Casa Julieta de Serpa, Vinícius Piano Bar, Horses´Neck Sofitel/RJ, entre outras. No Rio, a cantora integrou o time de artistas do Corujão da Poesia, dividindo o palco poético-musical com cantores como Jorge Benjor, Zezé Mota, Tico Santa Cruz, entre outros.
               Com o show Palavra de Mulher (músicas de Chico Buarque), Cecília fez o circuito SESC Rio, em 2012 e, em 2013, seguiu em turnê pelo nordeste com o show Por toda a minha vida, em homenagem ao centenário de Vinícius de Moraes, o que lhe rendeu o prêmio de Melhor Atração Artística do Ano, pelo jornal O Estado do Maranhão. A cantora também participou da quinta edição do Lençóis Jazz&Blues Festival, em São Luís/MA.  Agora em 2016, foi premiada com o troféu Inside de Melhor Cantora e Atração Musical, concedido por jornalistas maranhenses.
              Em 2014, Cecília fez temporada  de nove apresentações no Tom do Leblon, no Rio, com o show Paris, Bossa’n Jazz. Depois, seguiu para uma temporada de shows no Selective Art Café Jazz Club, em Paris, França, onde possui um público fiel, tendo sido, em 2015, apresentadora de um programa de grande audiência na TV francesa, canal W9. Recentemente, apresentou-se em show na Borgonha, França.
            Além de artista, Cecília é jornalista, radialista, doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ, tendo trabalhado como repórter na TV Globo, no Rio de Janeiro, por cinco anos. É formada em dança clássica e cursou teatro e interpretação. Mas a música sempre foi sua maior paixão. Começou a estudar música aos sete anos, com teoria e aulas de piano. Mais tarde, fez cursos de canto lírico e popular. Atualmente, a cantora divulga o seu novo CD Enquanto a Chuva Passa, com shows agendados no país e no exterior.






04. Opiniões sobre o trabalho de Cecília:


                  Chico acabou apadrinhando uma cantora de expressivo talento, que prima pelo bom gosto e pela inteligência.   (Lauro Lisboa Garcia- jornalista/O Estado de São Paulo)
Há uma entrega plena de Cecília: é como uma bailarina sobre o palco em cena, cada movimento, cada gesto compõe sentido e emoção.  Jonathas Nascimento- pesquisador musical (Suplemento de O Estado do Maranhão)
Agora com o lançamento de Enquanto a Chuva Passa, o seu segundo disco, Cecília tira o brevê do refino e entra de vez para o time das mulheres que cantam porque, longe da aventura, conhecem o percurso da voz e o mapa das canções.(Félix Alberto – jornalista)


Enquanto a chuva passa não é apenas um CD para se ouvir e ter sempre ao alcance das mãos e dos ouvidos. É para ser distribuído como orquídeas raras aos que lhes são caros. A voz feminina de Cecília é do tipo que faz reverberar, no ouvinte, um desejo de vida.(William Amorim, escritor e psicanalista - O Estado do Maranhão)


Cecília tem uma extensão vocal impressionante. Pode-se dizer que ela tem “três vozes: uma potente voz média, uma voz grave incomum aos sopranos e uma voz aguda que não se sabe de onde vem, mas parece vir do céu”.   Humbert Camerlot (ex-diretor da Ópera de Lile- França)
O senso inato para a tradução versátil e imaginosa das cores melódicas, das emoções contidas nas criações que interpreta e enriquece com a bossa, o calor, a sensualidade de sua voz e uma presença marcante no palco.Dominique Dreyfus (Pesquisadora Musical - Paris/FR)
Em seu álbum de estreia, “Cecília Leite”, a cantora mostra talento e domínio vocal, passeando por universos distintos como o samba, a bossa nova, o tambor de crioula. O repertório é inspirado, com releituras nada óbvias e boas novidades como Bruno Batista, autor de Aço e Já me Basta. Tem ainda participação do padrinho Chico Buarque. (J.P. crítico musical - Jornal O Globo)
O CD (Cecília Leite) traz ainda uma belíssima interpretação de uma das canções mais bonitas da música brasileira: clássico Choro Bandido, de Edu Lobo e Chico.       (Nélson Motta – Produtor Musical - Programa Sintonia Fina- RJ)
O canto em Cecília é tão visceral quanto nos pássaros, que cantam porque nisso está uma das razões da vida. (José Chagas – poeta e cronista)


0.5  CONTATOS:      
      Cecília Leite:  (98) 99971 4565
      e-mail: [email protected]
                  [email protected]


Vídeos:  
Cecília Leite Arrastada


Cecília Leite ao vivo - Palavra Acesa/Traduzir-se


Cecília Leite ao vivo – com Lui Coimbra (Tem Dó)


Cecília Leite ao vivo -  One Note Samba


Cecília Leite I love you, you love me


Cecília Leite Fogueira


CD Cecília Leite (para ouvir):
http://www.radio.uol.com.br/#/busca/cecilia leite               


CD Enquanto a Chuva Passa

 

debora
13/01/2011
quanto ta ? e la dentro vai ter direito a alguma coisa ?
Nicholas
16/01/2011
R$ 25,00, Whisky Red a R$6,00 a dose, Old Par a R$8,00 a dose Logan a R$8,50 a dose entre outros whiskys
[email protected]

Comentar

<%PostCommentPage%>
OBS.: Para receber notificação de cada atualização o siga o Kamaleao no Facebook e no Twitter @Kamaleao
Todos os Eventos Anterior · Próxima