Casos de Estupro em São Luís

Atualizado em 17/05/2017
   
  
  
 Whatsapp 

Casos de Estupros em São Luís e em outras cidades do Maranhão

 

 [ATENÇÃO AS IMAGENS SÃO FORTES, você não é obrigado estar aqui, ninguém te obriga apertar o play, saia enquanto pode. +18] 
Um homem foi espancado e degolado até a morte após ser identificado como suspeito de estupro em Bacuri-MA. O suspeito teria atacado uma enfermeira que estava a caminho do serviço em uma moto Biz, quando foi surpreendida por 3 homens. Eles arrastaram a jovem para o mato e abusaram dela sexualmente em plena luz do dia. A vítima ficou estado de choque e gravemente ferida e foi encontrada amarrada por um motorista que passava no local.  Os moradores conseguiram pegar 1 dos estupradores. Ele chegou a ser levado para o Hospital, mas após a notícia se espalhou pela cidade e várias pessoas invadiram o hospital, espancando o homem até a morte. As cenas são fortes. O estuprador ficou até com a cabeça aberta aparecendo o cérebro, após levar golpes de facão. O clima é de revolta, a população está em busca dos outros 2 estupradores.



 



16/05/2017 - Mulher denuncia que foi estuprada por médico durante consulta em São Luís
(aguarde a confirmação do nome da Clínica)
 

 

 NOTA DE REPÚDIO

O Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA) repudia, com extrema indignação e veemência, o episódio de abuso sexual sofrido por uma Técnica em Enfermagem, como registrado em Boletim de Ocorrência na Delegacia Especial da Mulher (DEM), na capital maranhense, na tarde desta terça-feira (16).

De acordo com informações da DEM, a profissional sofreu os abusos por parte de um médico endocrinologista durante uma consulta em uma clínica localizada no bairro Anjo da Guarda. A vítima descreveu no boletim que, enquanto era examinada, o médico praticou diversos atos libidinosos e percebeu que o profissional ficou com as calças abertas em determinado momento do procedimento.

Diante dos fatos relatados à delegacia, o Coren-MA vem a público repudiar o comportamento odioso do médico que não atinge apenas uma paciente, mas todas as Mulheres e a luta de diversas representantes da sociedade civil de todo o país pelo fim da violência de gênero.

Para o Coren-MA, os abusos praticados nesse caso vão contra os princípios fundamentais de um profissional que assume o compromisso de cuidar de outro indivíduo. O Conselho considera inaceitável que essa forma de machismo recaia sobre uma Mulher em qualquer situação e, principalmente, durante uma consulta, momento em que se busca assistência especializada e se deposita total confiança num profissional que deve prezar pela integridade física e o bem-estar dos seus pacientes.

Por isso, neste momento de consternação para a vítima, toda a classe da Enfermagem e a sociedade em geral, reclamamos não somente a aplicação das punições legais para crimes como esse, mas também a conscientização sobre a violência de gênero em todas as esferas da sociedade.

Por fim, o Coren-MA reitera o seu compromisso no fortalecimento à prevenção aos casos de violência contra a Mulher e oferta o apoio jurídico necessário à vítima.

 

JHONNY MARLON CAMPOS SOUSA
Presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão
Em nome do plenário do Coren-MA 2015-2017

Comentar

<%PostCommentPage%>
OBS.: Para receber notificação de cada atualização o siga o Kamaleao no Facebook e no Twitter @Kamaleao
Todos os Eventos Anterior · Próxima