19 Anos sem Mamonas Assassinas
RIP - 02/03/1996

Sobre o Grupo Mamonas Assassinas:

Mamonas Assassinas foi uma banda brasileira de rock cômico, com influências de gêneros populares tais como forró, sertanejo, além de heavy metal, rock progressivo, música portuguesa e punk rock. Seu único álbum de estúdio, Mamonas Assassinas, vendeu mais de um milhão de cópias no Brasil, sendo certificado com Disco de Diamante em 1995, comprovados pela ABPD. Tornaram-se um grande sucesso com seu humor em meados dos anos 90, vendendo mais de 2,3 milhões de cópias de seu álbum homônimo de estréia e único de estúdio, graças ao sucesso de temas como "Pelados em Santos", "Robocop Gay", "Vira-Vira", "1406" e "Sabão Crá-Crá". No auge de suas carreiras, os integrantes da banda foram vítimas de um acidente.

Integrantes da Banda:
Dinho (vocalista)
Júlio Rasec (vocalista)
Sérgio Reoli (baterista)
Samuel Reoli (baixista)


História da Banda:

Em março de 1989 Sérgio Reoli conhece Maurício Hinoto irmão de Bento. Ao saber que Sérgio era baterista tiveram a idéia de criar uma banda chamada Utopia especializada em covers que tocava músicas de bandas famosas de rock tais como: Titãs, Legião Urbana, Rush. Em um show o público pediu que eles tocassem uma música de Gun's Roses e como eles não sabiam a letra da música pediram que algum espectador se canditassem a cantar a música, Dinho pediu o microfone e começou a agitar o público com sua irreverência e suas brincadeiras gozadas, mesmo sendo vaiado pelas pessoas ele conseguiu fazer a galera rir e também agitou o show cantando músicas engraçadas. Sendo aceito pela banda que mais tarde por intermédio de Dinho entra o mais novo integrante da banda Júlio Rasec o último a entrar na banda. Seus primeiros trabalhos não se saíram bem venderam poucas cópias de seus cd's foi então que eles decidiram mudar o perfil e o nome da banda para "Mamonas Assassinas" e também criar suas próprias músicas contendo humor em sua letra.  Assinaram contrato com o empresário Rick Bonadio em um show de uma Boate em Guarulhos -SP. Mandaram uma fita demo com as músicas "Pelado em Santos", "Robocop Gay", "Jumento Celestino", para 3 gravadoras, entre elas a Sony Music e a EMI. Rafael Ramos, amigo da banda, baterista da banda Baba Cósmica e filho do diretor artístico da EMI, João Augusto Soares, insistiu na contratação. Após assistir uma apresentação do grupo em 28 de Abril de 1995, João Augusto resolveu assinar contrato com os Mamonas. Em menos de um ano a banda se tornou a banda que mais vendia discos no Brasil e também com o cachê mais caro, de R$ 50,000 mil a R$ 80,000 mil reais, 8 shows por semana, fazendo shows pelo Brasil todo e a gravadora EMI faturou cerca de R$80 milhões com a banda. Em certo período, a banda vendia 100 mil cópias a cada dois dias. Os Mamonas preparavam uma carreira internacional, com partida para Portugal preparada para 3 de Março de 1996. Porém em 2 de Março, enquanto voltavam de um show em Brasília, o jatinho Learjet em que viajavam, prefixo LR-25D - PT-LSD, chocou-se contra a Serra da Cantareira, numa tentativa de arremeter vôo, matando todos que estavam no avião. O enterro, no dia 4 de Março, fora acompanhado por mais de 65 mil fãs.

Programas de TV onde a banda se apresentou:
Jô Soares Onze e Meia
Domingão do Faustão
Xuxa Park
Domingo Legal

Vídeo do YouTube:

Música Pelados em Santos


Robocop Gay



Sabão Crá-Crá


Vira-Vira


Onde Tem Homenagem à Banda Mamonas Assassinas, Tem Kamaleao!

Deck
3/03/2012
saudades eternas... boa homenagem, kamaleao...
aa
milena
12/06/2012
feliz dia dos namorados!!!
[email protected]
rafaela bastos dos santos
18/07/2012
que filme vai dar na seção da tarde?
[email protected]
luiz henrique
3/12/2012
tenho 13 anos não tive oportunidade de ir a algun dos swhols deles mais para min eles serão eternos.
[email protected]

Comentar

<%PostCommentPage%>
OBS.: Para receber notificação de cada atualização o siga o Kamaleao no Facebook e no Twitter @Kamaleao
Todos os Eventos Anterior · Próxima