Praça Nauro Machado

Atualizado em 18/09/2018
   
  
  
 Whatsapp 


PRAÇA NAURO MACHADO - São Luís 

Onde: Centro Histórico de São Luís

Telefone Secretaria de Turismo: (98) 3218-9910




Mais informações

 



Histórico da Praça:

É  a principal praça do Reviver, fica no meio do acervo do Patrimônio histórico, onde tem vários casarões, bares, restaurantes, museus. Está sempre cheia de muitos turistas e frenquentada principalmente pelo público alternativo: LGBT, rockers, hippies nos fins de semana. A Praça Nauro Machado foi construída no local onde funcionavam antigos galpões de armazenamento de açúcar. O nome é em homenagem ao poeta Nauro Machado, personagem maranhense ainda vivo.


Quem foi Nauro Machado?

Nauro Diniz Machado, nasceu em 02 de agosto de 1935 em São Luís, é um poeta e escritor brasileiro. É filho de Torquato Rodrigues Machado e Maria de Lourdes Diniz Machado. É casado com a também escritora Arlete Nogueira da Cruz. Poeta autodidata com vasto conhecimento em artes e filosofia. Comparado por alguns críticos a Fernando Pessoa, é original por ser poeta universal entre seus contemporâneos mais imediatos, como Ferreira Gullar, Lago Burnett, José Chagas e Bandeira Tribuzi. Se Gullar questiona a própria forma poética, Nauro Machado questiona a própria essência e destinação do ser humano, sem deixar de cultivar uma linguagem poética e uma técnica de versos exemplares. Sua obra apresenta traços de reflexão existencial angustiada e violenta que encontra poucas comparações na lírica de língua portuguesa. Exerceu diversos cargos em órgão publicos entre eles DETRAN e EMATER e também na Secretaria de Cultura do Estado do Maranhão. Nauro Machado sempre viveu em São Luís, ausentando-se apenas por breves periodos, sobretudo para o Rio de Janeiro para publicar boa parte de suas obras. No entanto, grande parte de sua vida Nauro dedicou à sua grande paixão, a poesia. Recebeu diversos prêmios, dentre eles Academia brasileira de letras e da União brasileira de Escritores; teve varias de suas obras traduzidas para o alemão, francês e inglês.



LIVROS - Obras de Nauro Machado:

  1. Campo sem base (1958)
  2. O exercício do Caos (1961)
  3. Do frustrado órfico (1963)
  4. Segunda comunhão (1964)
  5. Ouro noturno (1965)
  6. Zoologia da alma (1966)
  7. Necessidade do divino (1967)
  8. Noite ambulatória (1969)
  9. Do eterno indeferido (1971)
  10. Décimo divisor comum (1972)
  11. Testamento provincial (1973)
  12. A vigésima jaula (1974)
  13. Os parreirais de Deus (1975)
  14. Os órgãos apocalípticos (1976)
  15. A antibiótica nomenclatura do inferno (1977)
  16. As órbitas da água (1978)
  17. Masmorra didática (1979)
  18. Antologia poética (1980)
  19. O calcanhar do humano (1981)
  20. O cavalo de Tróia (1982)
  21. O signo das tetas (1984)
  22. Apicerum da clausura (1985)
  23. Opus da agonia (1986)
  24. O anafilático desespero da esperança (1987)
  25. A rosa blindada (1989)
  26. Mar abstêmio (1991)
  27. Lamparina da aurora (1992)
  28. Funil do ser (1995)
  29. A travessia do Ródano (1997)
  30. Antologia poética (1998)
  31. Túnica de Ecos (1999)
  32. Jardim de infância (2000)
  33. Nau de Urano (2002)
  34. A rocha e a rosca (2003)

28/11/2015 - Morreu o poeta e escritor maranhense Nauro Machado

Ele tinha 80 anos e estava internado com problemas no intestino. Durante a madrugada, o estado de saúde piorou e ele precisou fazer uma cirurgia, e foi encaminhado para UTI. Não resistiu e morreu. O velório será realizado na Academia Maranhense de Letras.  Nauro Machado foi um considerado o maior poeta vivo do Maranhão. 

stela christie
28/06/2009
a galera do kamaleão é d+ eu adoro vcs assisto todos os programas por favor no programa mande um bjo pra galera do pirapora e do cintra 8ªE E 6ªB .XAU
[email protected]
lavine christie
29/06/2009
eu amo vcs do kamaleão,são divertidos ,sabem fazer um bom programa,adoro tudo ,todos vcs são mara......
bjs no S2
xau

[email protected]

Comentar

<%PostCommentPage%>
OBS.: Para receber notificação de cada atualização o siga o Kamaleao no Facebook e no Twitter @Kamaleao
Todos os Eventos Anterior · Próxima